Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#1372 - A descoberta de um poeta italiano - Franco Loi

por Carlos Pereira \foleirices, em 20.05.11

Franco Loi

 

 Vittorio Avella, director responsável pela Academia del libero Merlo Maschio, de Itália, oferece-me, sempre, alguns livros de poetas italianos, quando se desloca a Santa Maria da Feira.

 

Desta vez trouxe-me, entre outros,  um livro do poeta Franco Loi, escrito em língua lombarda e com tradução em italiano, e do qual retiro o seguinte poema.

 

Ah quanta gente che piange, quanta che muore!

Come sei duro, buon Padre, nella vita!

Quanta fatica per resistere nella quiete del fiato!

Si muove la gente come bisce piene di tormenti

tra face che spiano la vita e la memoria,

e uomini che trasformano in veleno il bere dell'aria,

e Tu che nel silenzio te ne stai accovacciato

e mi diventa sangue anche la storia.

 

Poema de Franco Loi retirado do livro "Níul rosa cun di buff de scur, editado por Il Laboratorio/le edizioni, 2009

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:54


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas