Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2970 - POEMA EM AUTO-EXÍLIO ||| Poema de Dilip Chitre

por Carlos Pereira \foleirices, em 04.03.19

DILIP CHITRE  |||   1938 - 2009

 

POEMA EM AUTO-EXÍLIO

 

A primeira borboleta morta da estação

Tem asas recentemente rasgadas. Os significados são transferidos

Como a humidade das ervas

Para os sapatos. A América é incrivelmente erótica.

Demasiadas pernas tornam todas estas ruas sensuais.

Em Bombaim, temos uma única centopeia

Caminhando em direcção à cidade todas as manhãs.

Lá faz tanto calor, e mesmo assim, sem modéstia,

Os que têm meios usam todas as roupas que podem.

E também, ao contrário daqui, os que têm dinheiro

Comem sem contar calorias.

Tenho saudades de casa, o que é estúpido evidentemente.

Lá nunca fui um chauvinista famoso,

Nem é a América pouco bela. Mas estou tão aterrorizado

Com esta mocidade resplandecente, esta inocência requintada,

Estas visões exóticas do resto do mundo,

Que existe algures,

Que me sinto já obsoleto,

Não sendo americano.

Talvez devesse ter sido, afinal de contas, um guru,

Ou um iogue, um gigolô, um encantador de serpentes, ou um cozinheiro

De clandestinos molhos de caril em vez de ser um poeta.

América, aqui vou eu, demasiado

Tarde

 

POEMA DO POETA INDIANO DILIP CHITRE

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:17


#2421 - ENCONTRO NUMA FESTA EM LONDRES

por Carlos Pereira \foleirices, em 03.06.17

EUNICE DE SOUZA

 

ENCONTRO NUMA FESTA EM LONDRES

 

Durante um minuto permanecemos desconcertadamente juntos.

Perguntas a ti mesmo em que língua hás-de falar-me,

ofereces, antes, uma cebola avinagrada num palito.

És jovem e talvez te esqueças

de que o Império vive

apenas nos sons puros das vogais que te ofereço

acima do ruído.

 

Poema de Eunice de Souza

_______________________________________________________________

Eunice de Souza is an English-language poet. She has published four volumes of poetry, two novellas and edited several anthologies of poems and essays. Her most recent publication – A Necklace of Skulls, a volume of collected poems – was published by Penguin India in 2009. Her work has been translated into Portuguese, Italian, Finnish and Swedish.

De Souza retired as Head of the Department of English at St Xavier’s College, Mumbai, in 2000 after thirty years of teaching. She holds a Masters from Marquette University, Wisconsin, USA, and a doctoral degree from the University of Mumbai.

 

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:02


#1974 - Poema de Bhartrihari

por Carlos Pereira \foleirices, em 16.04.16

Neste vão e flutuante mundo

O que resta a um homem?

Pode dedicar-se à oração

Mas se isso porventura não resulta

O melhor é refugiar-se entre os seios duma mulher

Acariciar as suas coxas quentes

E possuir o que entre elas se oculta

 

Poema de Bhartrihari, poeta indiano do séc. VII, traduzido por Jorge Sousa Braga

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:02


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas