Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#1211 - Lâmpadas com alguns insectos

por Carlos Pereira \foleirices, em 19.02.10



Para receberem a alegria de um raio puro

os homens seguiam a direcção do vento

e nas mãos obscuras erguiam as silenciosas colunas

que edificavam a terra


Era o azul no centro e povoado de astros

e na arca da noite os cavalos e as serpentes

atravessavam os espelhos e bebiam o esplendor

como um fruto inteiro de argila e fogo


Repousavam no horizonte entre um ribeiro e um bosque

e nas suas sombras agurdavam os tesouros das constelações

O seu ritmo natural era o ritmo do universo

e eram seres recém-nascidos navegando nas veias

de um corpo paradisíaco

 

poema de antónio ramos rosa - lâmpadas com alguns insectos - Edição: Pedra Formosa Edições, 1992

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:45


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas