Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#1716 - O Amor

por Carlos Pereira \foleirices, em 05.07.12

Tecidos e resina de poliéster sobre gesso
15x30x10cm
ALEXANDRA DE PINHO

 

 

O AMOR

 

De repente soube

que estava na solidão como numa casa

conhecida e opaca.

Durava o meu silêncio, poderia durar

qualquer momento: amor, entrega

ao infinito lume de cada ser.

Pouco importava.

 

Nem era a solidão que importava.

Nem o amor.

Podia eu respirar? Sim, podia.

Os ruídos da casa acentuavam-se no escuro.

Longe, um vidro refractava uma luz insidiosa,

terna e obsessiva.

Mas isso era longe. Noutro quarto alguém dormia.

 

Eu, excluído

de todos os encontros. Mas isso, agora,

tornava-se igualmente irrelevante.

 

A luz modificava proporções e relevos.

Os quartos abriam-se à claridade

e o teu corpo que dormia era apenas mais uma peça

de uma misteriosa mecânica.

 

Eu, excluído.

O silêncio por dentro da casa habitava

o começo da luz.

 

Os ruídos eram soltos,

aparentemente incongruentes.

Como os quartos, que abriam para outros quartos

ou para o vazio,

como os corredores, sem saída

aparente,

como as escadas

abertas para o céu

frio.

 

Do mesmo modo, amar pode muitas vezes

passar por esse despido desamor

que o teu corpo deitado no quarto, aberto apenas

à luz desconhecida,

me pedia e continha.

Este silêncio é da casa e é de fora da casa.

A mecânica do amor não conhece

pausas.

 

Desola tanta frieza,

tanta aridez consentida,

tanta angústia antiga afugentada como um erro.

É o amor. O teu corpo dorme,

o quarto arde já de tanta luz.

Vem, tudo se perdeu.

Vem, rasga, ou abre com indiferença as cortinas,

a luz há muito já que entrou

para dentro do quarto, alastrou pelos móveis,

infectou madeiras, corroeu os corredores e as passagens,

anulou os segredos.

 

Olha: é o amor, por fim.

Desolação e queda.

 

Poema de Luís Filipe Castro Mendes

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:03


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas