Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2943 - ECLESIASTES

por Carlos Pereira \foleirices, em 31.12.18

1.

 

Palavras de Eclesiastes, filho de David, rei de Israel em, Jerusalém.

 

Vacuidade de vacuidades - disse o  Eclesiastes -,

Vacuidade de vacuidades: todas as coisas <são> vacuidade.

Que vantagem existe  para o ser humano

Em todo o seu esforço com que se esforça debaixo do Sol?

Uma geração passa; e uma geração chega;

E a terra fica de pé para sempre.

O sol nasce e o sol põe-se;

E transita para o seu lugar.

Nascendo lá, vai para sul

E vai em círculo para norte.

Circula circulando; o vento sopra.

E, nos ciclos dele, o vento regressa.

Todas as torrentes fluem para o mar;

E o mar não ficará repleto.

Para o lugar, para onde vão as torrentes,

Aí elas voltarão a ir.

Todas as palavras <estão> gastas.

Um homem não conseguirá falar;

E um olho não ficará satisfeito por ver;

E um ouvido não ficará satisfeito por causa da audição.

Aquilo que aconteceu, isso mesmo irá acontecer.

E aquilo que foi feito, isso mesmo será feito.

Nada existe de novo debaixo do Sol.

Quem dirá e afirmará: «Eis que isto é novo»?

<Isso> já aconteceu nas idades

Que existiram antes de nós.

Não existe memória de <pessoas> anteriores,

Nem dos que nasceram depois.

Não haverá memória deles

Junto dos que forem os últimos a nascer.

Eu, Eclesiastes, fui

Rei sobre Israel em Jerusalém

E ofereci o meu coração à procura

E à indagação, na sabedoria, acerca de todas as coisas

Que existem debaixo do céu.

Pois uma preocupação negativa

Deus ofereceu aos filhos do ser humano:

Preocuparem-se com essa <preocupação>.

Observei todos os feitos

Que foram feitos debaixo do Sol:

E eis que todas as coisas são vacuidade e demanda de vento.

Coisa torta não conseguirá ser endireitada;

E o que está em falta não conseguirá ser contado.

Eu falei no meu coração, dizendo:

«Eis que fiquei engrandecido

E proporcionei sabedoria a todos

Os que estavam diante de mim em Jerusalém;

E meu coração viu muitas coisas  - sabedoria e conhecimento.»

E ofereci meu coração a conhecer sabedoria e conhecimento:

Conheci dizeres e <conheci o > saber;

Pois também isto é demanda de vento.

Pois em abundância de sabedoria <está> abundância de conhecimento;

E quem aumenta conhecimento aumenta sofrimento.

 

Sinais utilizados no texto

< >  = entre parênteses angulares o tradutor coloca palavras subentendidas, mas não explícitas, no texto original

 

EXCERTO DO LIVRO DE ECLESIASTES, TRADUÇÃO DE FREDERICO LOURENÇO

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:29


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas