Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2774 - Os homens nus

por Carlos Pereira \foleirices, em 13.02.18

IMG_20180212_172504.jpg

 O rio que mergulha noutro rio

o caudal aumenta  e afoga a terra

casas viradas ao contrário

o céu é um imenso mar onde as estrelas são gaivotas.

 

Homens nus pescam insectos

mergansos pescam crocodilos

crocodilos apanham homens nus com canas de pesca

e velas que iluminam o caminho aos morcegos.

 

O vento sopra de lado nenhum

o ar está parado

e gente de boca aberta engole o espanto

mas o ar está parado, não há vento.

 

Uma rosa para iludir o tempo e o bocejo

rebenta os balões 

da festa de um menino que gosta

de fazer o pino enquanto sonha.

 

O palhaço é um cão que mia

cujo nariz

cabe no seu

enorme sapato.

 

O sapo namora com uma melga

mas esta ainda não sabe e

graceja ridicularizando a sua incompetência

e o boi ressuscitou no corpo de uma minhoca.

 

E o rio continua a mergulhar num outro rio

e o caudal engrossa cada vez mais e

a terra é um imenso pano bêbedo

onde os crocodilos pescam insectos

sentados em cadeiras de pernas cruzadas

o rabo na boca como se fosse um cigarro.

 

Ratos com asas

infâmias

putin e trump

diabruras

a história que às vezes se quer repetir.

 

Ironias...

 

A história do sarcasmo e da estupidez

ignorantes com boca e poder e

as casas ao contrário e

as árvores ao contrário

o mundo ao contrário

irreal

digital

kafkiano

um carro  no espaço há-de servir para quê...

 

E os crocodilos                                

sentados em cadeiras de pernas cruzadas

rabo na boca

usam canas de pesca

para apanhar

homens nus e desprevenidos.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:57


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas