Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2028 - Livros e Leituras

por Carlos Pereira \foleirices, em 29.05.16

novembro.jpg

 "Gosto do Outono, esta estação triste convém às recordações. Quando as árvores já não têm folhas, quando o céu conserva ainda, ao crepúsculo, o tom rubro que doura as ervas murchas, é bom ver apagar-se tudo o que ainda ontem em nós ardia... É triste, a estação em que estamos: dir-se-ia que a vida vai embora com o sol, corre-nos o coração um arrepio e também a pele, todos os barulhos se extinguem, empalidecem os horizontes, vai tudo dormir ou morrer."

 

Excerto retirado do livro de Gustave Flaubert «Novembro», edição de 2007 da Editorial Teorema

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:26


#1589 - Um coração simples, de Gustave Flaubert

por Carlos Pereira \foleirices, em 22.01.12

POR CARLOS WILLIAN LEITE

 

 

A obra-prima de Gustave Flaubert e uma das mais refinadas realizações literárias de todos os tempos

 

Em dezembro de 2011, completaram-se 190 anos de nascimento do escritor francês Gustave Flaubert. Autor de clássicos como “Madame Bovary” e “A Educação Sentimental”, Flaubert é considerado um dos maiores escritores franceses de todos os tempos. Em 1877, aos 55 anos, Gustave Flaubert escreveu o livro “Trois Contes” (“Três Contos”), entre eles um que é considerado sua obra-prima e que ocupa um lugar de destaque na história da ficção universal: “Un Cœur Simple” (“Um Coração Simples”). O conto foi uma ideia da escritora George Sand, que sugeriu a Flaubert que escrevesse “uma história de homem sensível, em que, sem pregar a bondade, sem anunciar a bondade com frases de autor, fizesse com que ela aparecesse nos gestos inconscientes da criatura mais humilde e obscura”. Em comemoração a seu aniversário, publicaremos o conto, dividido em três partes. A tradução é de Clotilde Mariano Vaz, Daniel Vaz e Simia Katarina Rickmann e foi publicada em 1996 pela editora Paz e Terra. (Carlos Willian Leite).

 

 

In "

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 23:28

Imagen de la web.


 4.500 páginas manuscritas da célebre novela de Gustave Flaubert 'Madame Bovary' estão disponíveis  na Internet, graças ao trabalho de mais de dois anos de centenas de amantes da obra do autor francês. Ler o resto aqui.

 

www.bovary.fr


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:17


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas