Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2657 - PRÉMIOS P.E.N. PARA OBRAS PUBLICADAS EM 2016

por Carlos Pereira \foleirices, em 04.11.17

O poeta Fernando Pinto do Amaral com o livro "Manual de Cardiologia", o romancista Ernesto Rodrigues com o livro "Uma Bondade Perfeita" e o ensaísta Rui Miguel Mesquita foram os vencedores do Prémio Literário P.E.N. Clube Português.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:08


#2581 - Um poema de Eduardo Pitta

por Carlos Pereira \foleirices, em 11.09.17

 EDUARDO PITTA

 

Toda a noite a luz multiplicou

o instantâneo de um rosto intraduzível.
Esquiva, a tua morte não escapou
à ladainha de regra.

 

Correu uma versão torpe quando
te viram a sorrir
uma ironia de druida clandestino,
indiferente à voragem dos bárbaros.

 

________________________________________________________________________

Eduardo Pitta (poeta, escritor, ensaísta e crítico literário português). Nasceu em Lourenço Marques, actual Maputo, a 9 de Agosto de 1949. Viveu em Moçambique até Novembro de 1975. Desde 2011 é crítico literário da revista SÁBADO. Escreve e publica desde 1967. Entre 1974 e 2013 publicou dez livros de poesia, um romance, uma trilogia de contos, seis volumes de ensaio, dois diários de viagem e um livro de memórias. Os títulos mais recentes são Desobediência (2011), Cadernos Italianos (2013), Um Rapaz a Arder (2013) e Pompas Fúnebres (2014). Um ensaio sobre a homossexualidade na literatura portuguesa contemporânea, Fractura (2003), é considerado por Mark Sabine «the first history of Portuguese literary homosexuality». Participou em encontros de escritores, congressos, seminários e festivais de poesia em Portugal, Espanha, França, Itália, Grécia e Colômbia. Poemas seus encontram-se traduzidos em castelhano, italiano, francês e inglês. Traduzido por Alison Aiken, o conto Kalahari foi publicado em 2005 na revista inglesa Chroma. Eduardo Pitta colaborou e colabora em publicações literárias de vária índole, de Portugal, Brasil, Espanha, França e Estados Unidos. Em 2008 adaptou para crianças o clássico de Eça de Queirós O Crime do Padre Amaro. Dirige a edição das obras completas de António Botto. Entre Abril de 2008 e Janeiro de 2014 assinou a coluna Heterodoxias na revista LER. Fez crítica literária nas revistas Colóquio-Letras (1987-2005), da Fundação Calouste Gulbenkian, e LER (1990-2006), bem como nos jornais Diário de Notícias (1996-1998) e Público (2005-2011). Desde 2011 é crítico literário na revista Sábado. A seu respeito tem-se falado de visão pulsional e agreste da existência, ritmo acelerado, timbre neo-expressionista, pathos autobiográfico, triunfo do recalcado, narrador centrado na identidade sexual do sujeito e, last but not least, hermenêutica gay. Mantém desde 2005 o blogue Da Literatura. Casou em 2010 com Jorge Neves, seu companheiro desde 1972.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:28


#2465 - EDUARDO LOURENÇO

por Carlos Pereira \foleirices, em 24.06.17

 

Pensar é ser um eco do que o Cosmos tem para nos dizer. É saber o que somos como tempo passado, como História

 

In Revista "E" do Jornal Expresso de 24 de Junho de 2017 - Entrevista a Eduardo Lourenço por Luciana Leiderfarb

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:42

 

Maria Lúcia Torres Lepecki (Araxá, 1940 - Lisboa, 24 de Julho de 2011) foi uma professora universitária de literatura portuguesa, ensaísta e crítica literária.

Brasileira pelo nascimento, portuguesa pelo casamento, Maria Lúcia Lepecki licenciou-se em Filologia Românica pela Universidade de Minas Gerais e doutorou-se, em 1967, com uma dissertação sobre Camilo Castelo Branco intitulada Sentimentalismo: Contribuição para o Estudo da Técnica Romanesca de Camilo.

Foi professora catedrática da Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa, onde ensinou entre 1970 e 2008, e especialista nas áreas de Literatura Portuguesa dos séculos XIX e XX.

Foi professora visitante e conferencista em várias universidades europeias (Salamanca, Oxford, Budapeste e Varsóvia) e brasileiras (Minas Gerais e Rio de Janeiro).

Colaborou com a Escola de Formação de Professores do Ensino Secundário da Cidade da Praia, em Cabo Verde.

Na sua actividade de crítica literária tem colaboração em inúmeras revistas e jornais portugueses e estrangeiros.

É colunista da revista mensal Super Interessante e membro do seu Conselho Consultivo.

Foi agraciada, em 2000, com o grau de comendadora da Ordem de Sant'Iago da Espada.

Faleceu em Lisboa em 24 de Julho de 2011, com 71 anos de idade, vítima de cancro[1].

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:24


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas