Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2890 - Disseram-lhe que era lagarto, acreditou

por Carlos Pereira \foleirices, em 26.10.18

O pântano sopra um cheiro triste, amargo e podre.

E os mortos estão calados.

Os vivos estão mortos.

As raízes secaram de medo.

Todas as águas apodreceram no veneno de pequenos anões de cabeças quadradas,

risos fúnebres estampados nos olhos oblíquos e delirantes

que pisam com arrogância a Terra.

Apesar da inteligência rarefeita, 

impõem-se pela enorme capacidade de se multiplicarem

e criarem réplicas

cegas e obedientes

que espalham o boato e a mentira

aprisionando a verdade num imenso algoritmo.

A lua, envergonhada, escondeu-se numa perpétua nuvem.

As estrelas explodiram por já não poderem ver tanta vergonha e tamanha demência.

O mundo ao contrário

o homem rasteja

já não caminha

disseram-lhe:

tu és lagarto.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:10


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas