Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#1209 - Bernardo Soares

por Carlos Pereira \foleirices, em 19.02.10


Ter opiniões é estar vendido a si mesmo. Não ter opiniões é existir. Ter todas as opiniões é ser poeta.


::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::::.


O entusiasmo é uma grosseria.

A expressão do entusiasmo é, mais do que tudo, uma violação dos direitos da nossa insinceridade.

Nunca sabemos quando somos sinceros. Talvez nunca o sejamos. E mesmo que sejamos sinceros hoje, amanhã podemos sê-lo por coisa contrária.


Por mim não tive convicções. Tive sempre impressões. Nunca poderia odiar uma terra em que eu houvesse visto um poente escandaloso.


Exteriorizar impressões é mais persuadirmo-nos de que as temos do que termo-las.


O Livro do Desassossego, de Fernando Pessoa (Bernardo Soares), edição de Richard Zenith - Assírio & Alvim, edição 490. 1.ª Edição: Setembro 1998 | 5.ª Edição: Março de 2005

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:10


A cidade e o quarto de Bernardo Soares

por Carlos Pereira \foleirices, em 05.03.09

"Alhures, sem dúvida, é que os poentes são. Mas até

d'este quarto andar sobre a cidade se pode pensar no

infinito. Um infinito com armazéns em baixo, é certo,

mas com estrellas ao fim... É o que me ocorre neste

acabar de tarde, à janela alta, na insatisfação do

burguez que não sou e na tristeza que nunca

poderei ser"


Bernardo Soares

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:19


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas