Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



Palavras mágicas do respeito

por Carlos Pereira \foleirices, em 09.10.08

 

"(...) Há palavras mágicas. Juiz é uma palavra mágica. Como Deus, como morte, como criança e outras mais. São palavras que suscitam respeito, diga-se o que se disser. Além disso , juiz causa arrepios na espinha, mesmo quando não temos nada a censurar-nos e estamos inocentes como uma pomba. Toda a gente sabia que o juiz era Mierck. A história dos pequenos mundos tornara-se conhecida - deliciar-se a comer ovos cozidos, de gema mal passada, em frente de um cadáver! - e também o desprezo que manifestara pela garota, nem uma palavra, nem um gesto de compaixão. Seja como for, mesmo detestado, para todos aqueles brutamontes ele era o juiz: aquele que detém o poder de nos mandar meditar entre quatro paredes por meio de uma simples assinatura. Aquele que se entende com o carrasco. Uma espécie de papão para adultos. ..."

 

Excerto extraído do livro "Almas Cinzentas" - Prémio Renaudot 2003 - de PHILIPPE CLAUDEL, edição Asa Editores, 2004

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 15:10


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas