Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2643 - Paixão de Hermes

por Carlos Pereira \foleirices, em 23.10.17

tabacaria 1026.jpg

 TABACARIA - N.º UM | VERÃO - 1996

 

 ÀNGEL CRESPO

Falecimento12 de dezembro de 1995, Barcelona, Espanha
 
 
PAIXÃO DE HERMES
 
Unicamente o fogo pode unir
sabedoria e ignorância
e fundi-las num novo metal
que resista à lembrança e ao esquecimento:
um íman que igualmente atrai
plenitude e carência,
feito das quatro estações.
 
Morte é o fogo para quem o ignora,
esquecimento para quem o teme,
cadeia para quem lhe foge
- e, em troca, é liberdade para quem oferece
à sua brasa e suas línguas
quanto dúvida se é
pura sabedoria ou sua ignorância.
 
POEMA DE ÀNGEL CRESPO TRADUZIDO POR JOSÉ BENTO

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 11:15


Àngel Crespo

por Carlos Pereira \foleirices, em 05.03.09

 

EL TIEMPO SE HA POSADO

El tiempo se ha posado como un pájaro
peregrino y cansado
a la sombra que doy. Ave de alas
abiertas y caídas
ahora, la cabeza inclina, y abre
el curvo pico, ya ciega a la luz
que ahora no mueve rayos.
Igual que un agua que se remansara
cuando, al formar cascada, está cayendo,
o como llama que de arder dejase
al unirse a otra llama, o como aire
que cesa de moverse a medio viento,
así el tiempo, a mitad
de sí mismo, pretende que yo aprenda
a eternizarme -y que me pare un punto
a la sombra que da bajo mi sombra.

 

Poema de Àngelo Crespo publicado, como inédito, em Antologia Poética, Madrid, Alianza, 1994

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:44


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas