Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




O Incerto Exacto

por Carlos Pereira \foleirices, em 12.11.08

Uma felicidade nos dedos

um fluir cálido o sol

captado no repouso sobre a mesa

e escrito aqui um sol tão rápido


Nada se separa sob os dedos

ignorantes da divisão do vidro

E se o pássaro fica

sem o canto

não o sabem os dedos


Eles deslizam sobre a superfície

na absoluta densidade indesvendável 

 

Poema extraído do livro Antologia poética, de António Ramos Rosa, Publicações D. Quixote, 2001

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:17


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas