Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Cartas a um amigo

por Carlos Pereira \foleirices, em 06.05.08

2006/11/07

Carta a um amigo

Não te iludas, ainda,  meu caro. Tu sabias e bem sabes que as coisas não iam ser fáceis. E não são fáceis, eu bem sei. E tu melhor que ninguém;  pois sofres na carne, no coração e na alma, os desamores, as angústias, e  as decepções das vidas opacas que eles viveram ou, se calhar, não viveram. E transferem para ti as suas frustrações, os seus medos, as suas raivas que foram contidas, muitas vezes, em silêncios violentos. E violentam-te, violentando-se usando o boato, a mentira e murmúrios ignóbeis.

Mas, não te preocupes, pois largos dias têm cem anos, e atrás de uma montanha existe outra, e os cães ladram e a caravana passa, e o importante, verdadeiramente importante, é que descubras nos dias que vão passando a singeleza de um pequeno gesto, a cumplicidade de um olhar limpido e luminoso, o conforto de um sorrisso que abrace a tristeza e que transforme as irrequietas lágrimas em pedras preciosas.

Sê feliz, aliás sejam felizes, pois,  muitas vezes,  temos que trilhar ruas de silêncios magoados.

Um abraço fraterno.

 

Post Scriptum

Um poema de António Ramos Rosa

FRUSTRAÇÃO

Fútil viagem
de que restam
sílabas
que não latejam.

 

Posted by carlos pereira at 16:44:00 | Permanent Link | Comments (0) |

2006/05/29

CARTA A UM AMIGO

Meu caro amigo!

Não tenho a certeza que lerás esta carta, mas não importa; vou fingir que a recebestes, que rasgastes o envelope com mãos nervosas e que no fim da sua leitura tivestes pequeninos momentos de emoção que fingistes não perceber. Mas aviso-te que esta carta não é um fingimento pintado de palavras de circunstância ou que revele apenas e somente boa-educação.

Foi agradável a noite que nos proporcionastes que agradeço, e também pela descoberta de um tipo de arroz que eu desconhecia - arroz selvagem - que se revelou soberbo no acompanhamento de um pato delicioso namorando os frutos da oliveira. Genial.

Disse Brecht "...diz-se do rio que é violento, mas ninguém diz que são violentas as margens que o comprimem..." E tu, meu caro, és considerado o rio: violento, destruidor, sem escrúpulos, mentiroso... e os outros, apenas as margens inofensivas e verdes, plantadas de salgueiros de onde é seguro e confortável prescrutar a alma do rio.

E é com comiseração e piedade como se fosses um pateta tolo, que te toleram. Porque tivestes a ousadia e a coragem de romper com o passado, porque se calhar um dia acordastes e olhastes o espelho e não reconhecestes a figura cínica que espreitava do outro lado. E tomastes a decisão de alterares o rumo que o rio estava a seguir, e escolhestes como foz não o mar, mas a nascente, para começar tudo de novo. E as margens isso não toleram porque abalastes as suas convicções mais profundas, puseste-os em causa pois tu eras um deles e sentiram-se abalados. Profundamente abalados porque descobriram que o rio é subversivo e provocador e isso não toleram.

Arrogam-se no direito de serem deuses. Que ousadia. E acusam-te e julgam-te como julgassem que esse direito quase divino resulte do facto de, em alguns momentos, tu teres permitido que habitassem o teu coração e a tua alma. Que impertinência...

E fostes proscrito porque és portador do pecado original, de doenças estranhas, e eles sabem que isso pode ser contagioso pois têm medo de serem tocados com receio de serem os próximos.

Tudo na vida é efémero e jamais poderemos ter a veleidade  do adquirido. Somos frágeis porque todos somos humanos. É a nossa caracteristica, a nossa marca, por isso é que temos a capacidade de transformar em lágrimas as emoções.

Mais uma vez agradeço a noite magnífica que nos proporcionastes e desejo profundamente que apenas sejam felizes. Sem receios e complexos de culpa.

Sejam felizes e até qualquer dia.

 

Posted by carlos pereira at 16:31:36

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 16:35


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

BERTRAND - SUGESTÃO DE LIVROS E LEITURAS




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas