Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#1674 -

por Carlos Pereira \foleirices, em 24.04.12

 

"Um dia em que Valéry se sentia aborrecido, aproximou-se da janela e, com o olhar perdido na transparência de uma vidraça, perguntou: «Qual é a maneira de ocultar um homem?» Gide estava presente; desconcertado por este laconismo estudado, calou-se. Contudo, as respostas não faltavam: todos os meios são bons, desde a miséria e a fome até aos jantares solicitados, desde a Cadeia Central até à Academia. Mas estes dois burgueses muito famosos tinham boa opinião sobre si próprios; lavavam e enfeitavam todos os dias, publicamente, as suas almas gémeas e acreditavam revelarem-se, na sua nua verdade; quando morreram muito tempo depois, um melancólico, outro contente, ambos na ignorância, nem sequer tinham escutado a jovem voz que gritava para nós todos, seus sobrinhozinhos: «Onde se ocultou o homem? Nós sufocamos; desde a infância, mutilam-nos; não há senão monstros!» (...)

 

Excerto de um texto de Jean-Paul Sartre que serve de prefácio ao livro de Paul Nizan "Aden-Arábia", editado em 1967 pela Editorial Estampa

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:44


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas