Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#1671 - Poemas de Albano Martins

por Carlos Pereira \foleirices, em 23.04.12

 

 

ASAS QUE FOSSEM

 

Asas que fossem, tuas

mãos podiam

tocar a íntima

nervura do silêncio

 

 

ASFIXIA

 

Que árvore

tão alta

morre

asfixiada

no teu sangue?

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 17:37


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas