Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




#1591 - Neoliberalismo e ordem global - crítica do lucro

por Carlos Pereira \foleirices, em 25.01.12

 

Parte V (continuação)

 

Tudo quanto foi atrás dito dificilmente explica as perniciosas implicações do neoliberalismo para com uma cultura política centrada no civismo. Por um lado, a desiguldade social gerada pelas políticas neoliberais prejudica qualquer esforço para dar forma à igualdade prevista na lei e necessária para conferir credibilidade à democracia. Os grandes conglomerados dispõem de recursos  para influenciar os meios de comunicação e esmagar o processo político, e fazem-no com eficácia. Para dar um só exemplo, na política eleitoral dos EUA, o mais rico um quarto de um por cento dos americanos contribui com oitenta por cento do total de contribuições políticas individuais  e, para o mesmo fim, as corporações ultrapassam em 10 para 1 os valores destinados a custos com pessoal. Visto sob o prisma do neoliberalismo tudo isto faz sentido, tendo em conta que as eleições então reflectem princípios de mercado, logo as contribuições são entendidas como investimento. Daí resulta o reforço da irrelevância da política eleitoral para a maioria do povo e a garantia da manutenção inquestionável das regras ditadas pelas corporações.

 

Excerto de um texto escrito por Robert W. McChesney em Outubro de 1998 e que serve de introdução ao livro de Noam Chomsky "Neoliberalismo e Ordem Global-crítica do lucro, publicado em 1999 e editrado em Portugal por editorial notícias em 2000.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:22



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas