Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




#1527 - Estéticas do modernismo em Orpheu

por Carlos Pereira \foleirices, em 24.11.11

(... ) Tocando embora a censurada e dita escolar mania das classificações, poder-se-á, quase estabelecer um esquema das variações do esteticismo órfico:

 

Paùlismo

 

Directa ultrapassagem de A Águia.

Raízes no simbolismo e decadentismo.

Influência difusa dos nossos líricos e contistas afins.

Fernando Pessoa; Sá-Carneiro; Alfredo Pedro Guisado; Cortes Rodrigues; paúlicos à margem do paùlismo, Raul Leal e Ângelo Lima.

 

Interseccionismo

 

Ajustamento a uma diferente exploração psíquica. Vaga aproximação à liberdade futurista e ao orfismo de Delaunay.

Fernando Pessoa - Álvaro de Campos; Sá-Carneiro.

 

Simultaneísmo

 

Tradução de uma visão essencialmente plástica.

 Sugestão da técnica de continuidade de James Joyce.

Almada Negreiros.

 

Futurismo

 

Profissão de fé aos manifestos futuristas. Exaltação do precursor Walt Whitman.

Álvaro de Campos; Almada Negreiros; Santa-Rita Pintor; José Pacheco; Amadeu de Sousa-Cardoso, em parte.

 

Simbolismo

 

Peristência quase pura ou contaminada de classicismo, da poética simbolista.

Luís de Montalvor; Ronald de Carvalho; Eduardo Guimarães; Fernando Pessoa.

 

Decadentismo

 

Quase sempre confundido na estética paúlica.

Emprego de verso ou de prosa.

Sá-Carneiro, Albino de Meneses; Castelo de Morais.

 

Sensacionismo

 

Classificação genérica que incluia toda e qualquer tonalidade órfica.

 

Excerto  retirado do livro ORPHEU, vol. 1, edições Ática, Lisboa

Autoria e outros dados (tags, etc)

Tags:

publicado às 21:58



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas