Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#1495 - As inquietações de "A Dobra do Grito"

por Carlos Pereira \foleirices, em 13.11.11

Um humilde contributo que poderá acalmar a sua inquietação sobre o espaço e o tempo: um texto de Jacques Bonnet retirado do livro "bibliotecas cheias de fantasmas".

 

A biblioteca protege da hostilidade exterior, filtra os ruídos do mundo, atenua o frio que reina em volta, mas confere, igualmente, uma sensação de omnipotência. Porque a biblioteca faz recuar as pobres capacidades humanas: ela é um concentrado de tempo e de espaço. Reúne nas suas prateleiras todos os estratos da passado. Ali estão os séculos que nos precederam.

 

"A escrita (...) grande, muito grande ao permitir-nos conversar com os mortos, com os ausentes, com aqueles que não chegaram a nascer, através de todas as distâncias do tempo e do espaço".

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:40


1 comentário

Sem imagem de perfil

De dobra a 13.11.2011 às 21:25

Os livros, a arte, a cultura em geral, retiram-nos a sensação de incapacidade, atenuam as dúvidas e fomentam a procura. Obrigada pelo texto excelente. Vou publicar.

Comentar post



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas