Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#1440 - De Jorge de Sena para Sophia de Mello

por Carlos Pereira \foleirices, em 21.07.11

Sophia de Mello Breyner Andresen

 

Jorge de Sena

 

Filhos e versos, como os dás ao mundo?

Como na praia te conversam sombras de corais?

Como de angústia anoitecer profundo?

Como quem se reparte?

Como quem pode matar-te?

Ou como quem a ti não volta mais?

 

 

1950

 

Jorge de Sena, Peregrinatio ad loca infecta, 1969

 

Retirado do livro "Sophia de Mallo Breyner . Jorge de Sena - Correspondência 1959-1978", edição Guerra & Paz, Fevereiro de 2010

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas