Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]





A curta-metragem de ficção “Um Dia Frio", da realizadora portuguesa Cláudia Varejão, conquistou o Grande Prémio de Curta-Metragem no Festival Internacional de Cinema Mediterrâneo de Montpellier, em França.

 

A 31.ª edição do festival decorreu entre 23 de Outubro e 1 de Novembro em Montpellier, onde foram exibidos 239 filmes, passando pelas longas e curtas-metragens de ficção e documentários. Segundo a organização, este ano contabilizaram-se 87.200 espectadores.


Do palmarés, consta a realizadora Cláudia Varejão, premiada com o Grande Prémio de Curta-Metragem pelo filme “Um Dia Frio”, também galardoado em Outubro com o Prémio Especial do Júri no Festival Internacional de Curtas-Metragens de Tânger, em Marrocos.


A curta-metragem foi produzida pela Filmes do Tejo II em co-produção com a RTP2 e a Fundação Calouste Gulbenkian, no âmbito do Programa Criatividade e Criação Artística.


Com Adriano Luz, Ágata Pinho, Ana Rodrigues, Isabel Ruth, Maria D´Aires e Vicente Wallenstein, a película tem argumento de Cláudia Varejão e de Graça Castanheira, e música de Bernardo Sassetti.


No filme, sobre o quotidiano de uma família, a realizadora quis “retratar a intimidade, a partir de gestos e palavras que nos identificam”, informa uma nota sobre a curta-metragem de 27 minutos.


“Procuro um cinema onde, por momentos, se esqueça a ficção e a paisagem humana se insinue, frontal, em cada plano. Onde, quanto mais prováveis e até rotineiros os movimentos das personagens, maior a possibilidade e a probabilidade de se chegar ao âmago de nós”, explica a realizadora no texto.


Nascida no Porto, em 1980, Cláudia Varejão estudou imagem em movimento no curso de câmara, e mais tarde no curso de realização, no centro Restart, em Lisboa.

 

Frequentou o curso de direcção de cinema de ficção na Academia Internacional de Cinema em São Paulo e o curso de cinema do Programa de Criatividade da Fundação Calouste Gulbenkian, com a Deutsche Film und Fernsehakademie Berlim.


A filmografia de Cláudia Varejão inclui o documentário “Falta-me”, de 2005 e a curta-metragem “Fim-de-semana”, de 2007.


Cláudia Varejão tem trabalhado ainda em direcção de fotografia e em projectos de vídeo com artistas de diferentes áreas como Beatriz Batarda, Inês de Medeiros, Joana Vasconcelos, Madalena Victorino, Maria João Pires, Miguel Bonneville e Sandra Faleiro, entre outros.


In Jornal Público

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:54



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas