Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]




#3138 - A GRANDE VOZ DA "CHANSON FRANÇAISE"

por Carlos Pereira \foleirices, em 25.09.20

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:40

Em 114 edições do Nobel da Literatura, apenas 15 mulheres foram premiadas.

 

O Prémio Nobel da Literatura é atribuído, desde 1901, pela Acadenia Sueca, a escritores que deram contribuições relevantes à literatura. A lista de premiados evidencia uma enorme desigualdade entre escritores homens e mulheres.

 

FONTE: REVISTA BULA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 19:20

Em 114 edições do Nobel da Literatura, apenas 15 mulheres foram premiadas.

 

O Prémio Nobel da Literatura é atribuído, desde 1901, pela Acadenia Sueca, a escritores que deram contribuições relevantes à literatura. A lista de premiados evidencia uma enorme desigualdade entre escritores homens e mulheres.

 

FONTE: REVISTA BULA

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:46


#3136 - GRANDE PRÉMIO DE CONTO CAMILO CASTELO BRANCO

por Carlos Pereira \foleirices, em 25.09.20

Francisco Duarte Mangas venceu o Grande Prémio de Conto Camilo Castelo Branco, com o livro "Pavese no Café Ceuta", editado pela Teodolito.

O Prémio instituído em 1991 é atribuído em conjunto pela Associação Portuguesa de Escritores e pela Câmara Municipal de Vila Nova de Famalicão e tem o valor de 7500 euros.

 

Francisco Duarte Mangas nasceu em Vieira do Minho, em 1960. É jornalista, poeta, ficcionista, com uma extensa e premiada bibliografia - Prémio Carlos de Oliveira, Prémio Eixo Atlântico de Narrativa Galega e Portuguesa e Grande Prémio de Literatura ITF. A Rapariga dos Lábios Azuis foi o seu primeiro romance publicado na Quetzal.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:08


#3135 - JULIETTE GRECO (FEVEREIRO 1927-SETEMBRO 2020)

por Carlos Pereira \foleirices, em 24.09.20

Juliette Greco, ícone da música francesa, faleceu ontem, com 93 anos de idade.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:23


#3134 - POEMA DE ANA LUÍSA AMARAL

por Carlos Pereira \foleirices, em 24.09.20

Quando a cegueira

relâmpago de fogo que me incendiou,

me fez olhar a luz

 

não vi sequer as patas do cavalo,

nem o seu dorso inverso e ameaçante

que eu nunca pressentira,

eu à sua mercê

- e à mercê d'Ele

 

Abri os braços em fervor recente

de crente convertido

e nada disse

agi

 

Só mais tarde falei

 

Não sei se pressenti

dos gestos das palavras que no futuro

disse

 

e como o seu futuro

incendiou cidades e poluiu nascentes,

pisou até à morte

gente que não a minhha

 

Ainda que, por dentro,

naquele breve instante da cegueira,

eu sentisse

reconvertida e breve: a confusão

do amor -

 

DE ÁGORA, EDIÇÃO ASSÍRIO & ALVIM, 2019

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 07:04


#3133 - ELOGIO DO PRAZER

por Carlos Pereira \foleirices, em 24.09.20

ELOGIO DO PRAZER

 

O que é a vida? O que é o prazer, sem a dourada Afrodite?

Que eu morra, quando estas coisas já não me interessarem:

o amor secreto, as suaves ofertas e a cama,

que são flores da juventude sedutoras

para homens e mulheres. Mas quando chega a dolorosa

velhice, que faz até do homem belo um homem repulsivo,

tristes preocupações sempre lhe moem os pensamentos

e já não sente prazer em contemplar a luz do sol,

mas é odiado pelos rapazes e desonrado pelas mulheres.

Assim áspera foi a velhice que o deus impôs.

 

Mimnermo [Grécia, Esmirna (hoje Turquia). Séc. VII a.C]

 

Tradução de Frederico Lourenço.

Poesia Grega. De Hesíodo a Teócrito, edição Quetzal, 2020

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 06:38


#3132 - QUE GRANDE MERDA, SENHOR PRIMEIRO-MINISTRO

por Carlos Pereira \foleirices, em 15.09.20

Que grande merda...parece um principiante, Senhor Primeiro-Ministro, daqueles que tudo fazem para serem notados, falados, comentados, fotografados, partilhados.

Vossa Excelência invoca a qualidade de cidadão para ter a liberdade de fazer o que lhe apetece, como integrar comissões de honra de candidatos a presidente de clubes de futebol. No entanto, acontece que Vossa Senhoria não é um cidadão qualquer - eu sou - V. Ex.ª é O PRIMEIRO-MINISTRO DE UM PAÍS CHAMADO PORTUGAL (estou a gritar) e como tal deve entender que há assuntos que misturados se tornam perigosos, explosivos, principalmente quando se trata de um candidato que a ser verdade o que se lê e o que se ouve, tem sérios problemas com a justiça e avultadas dívidas a um Banco que já foi Santo, já foi Mau e agora é Novo e que cada um de nós, que somos vulgares cidadãos, somos forçados a pagar como se tivéssemos sido fiadores do seu candidato a presidente de um clube de futebol.

 

Que grande merda... não havia necessidade!

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:11


#3131 - GRANDE PRÉMIO DA NOVELA E DO ROMANCE DA APE

por Carlos Pereira \foleirices, em 15.09.20

Mário Claúdio foi distinguido pela Associação Portuguesa de Escritores com o Grande Prémio da Novela e do Romance pela obra "Tríptico da Salvação"

É a terceira vez que Mário Claúdio é distinguido com este Prémio:

- 1984, com "Amadeo";

-2014, com "Retrato de Rapaz";

-2020, com "Tríptico da Salvação".

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 08:21


#3130 - ALBERTO MANGUEL "O DON JUAN DAS BIBLIOTECAS"

por Carlos Pereira \foleirices, em 14.09.20

Alberto Manguel nasceu em 1948, em Buenos Aires, e cresceu em Telavive e na Argentina. Tem como línguas maternas o inglês, o espanhol e o alemão (que aprendeu com a ama).
Aos 16 anos, trabalhava na livraria Pygmalion, em Buenos Aires, quando Jorge Luis Borges lhe pediu que lesse para ele em sua casa. Foi leitor de Borges entre 1964 e 1968. Frequentou o Colegio Nacional de Buenos Aires e, em 1968, mudou-se para a Europa. Viveu em Espanha, França, Itália e Inglaterra, ganhando a vida como leitor e tradutor para várias editoras.
Editou cerca de uma dezena de antologias de contos sobre temas tão díspares como o fantástico ou a literatura erótica. É ensaísta, romancista premiado e autor de vários best‑sellers internacionais, como Dicionário de Lugares Imaginários (2013) ou Uma História da Curiosidade (2015), ambos publicados pela Tinta-da-china. É actualmente cidadão canadiano e foi director da Biblioteca Nacional da Argentina entre 2016 e 2018. Foi galardoado com o Prémio Formentor das Letras em 2017.

 

George Steiner chamou-lhe "O Don Juan das Bibliotecas". Bibliófilo, Alberto Manguel decidiu doar a sua fabulosa colecção de 40 000 volumes à cidade de Lisboa e cuja biblioteca irá funcionar no palacete dos Marqueses de Pombal, na Rua das Janelas Verdes. Neste espaço funcionará, além da biblioteca, um Centro de Estudos sobre História da Leitura.

 

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 20:29


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog

BERTRAND - SUGESTÃO DE LIVROS E LEITURAS

20% a 50% IMEDIATO em todos os livros - Instagram Post 25-26/03

#LERÉPODER 2020 - Large Billboard


O Mundo na Mão - Large Billboard



Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas