Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




#2002 -

por Carlos Pereira \foleirices, em 23.05.16

- Existe a sua ordem preciosa, esse candeeiro esguio de ferro, feio e estéril, e existe anarquia, luxuriante, viva, que se reproduz a si própria; existe anarquia, magnífica em verde e dourado.

 

- Ainda assim - respondeu Syme pacientemente -, neste momento, você só vê a árvore à luz do candeeiro. Pergunto-me se algum dia conseguirá ver o candeeiro à luz da árvore.

 

G.K. CHESTERTON,

O Homem que era quinta-feira

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 21:23


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas