Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]



COMPANHIAS

Iker Filomarino

Iker Filomarino

Itália

Um bailarino que trabalha na improvisação, seja nas suas performances individuais seja nas performances colectivas. Costuma apresentar-se ao público com uma máscara que tem suas origens no Zanni, um dos personagens mais antigos de tradição de “commedia dell’arte italiana”. A máscara não é utilizada de maneira clássica, seguindo a técnica tradicional de commedia dell’arte, mas deixa que o seu decidido carácter de Zanni se manifeste através da disponibilidade e das sensações do performer, o qual toma também sugestões do lugar e abre-se às interacções com performances já existentes. As suas intervenções são profundamente inspiradas pela música, que pela sua mesma natureza implica movimento, cores, emoções.


Iker Filomarino não é só um bailarino: faz pintura, escultura, joga com a matéria e de profissão é um trabalhador de construção.
Poderia dizer-se eclético, mas seria errado, porque cada disciplina, ofício, é interpretado por ele como uma possibilidade para aprender e exprimir ao mesmo tempo. Fazer para aprender, aprender para fazer.

 

Durante o “Imaginarius” acompanhará, com as suas improvisações, a marioneta de Pinóquio e a “Instável Orquestra”.



GRUPO PUJA!

GRUPO PUJA!

DO-DO LAND   

Criado na Argentina em 1998 e sediado em Espanha desde 2002, o Grupo PUJA! fez das intervenções nos espaços urbanos e da junção de várias disciplinas a especificidade da sua identidade. Não é, portanto, em vão que esta companhia utiliza tanto a linguagem do teatro, como do circo, a dança, os desportos de altura, a arquitectura, a engenharia, os recursos multimédia e a música ao vivo.

No País de Carroll, Alice é a única excêntrica porque não cumpre a regra geral. “É a corda, é um país de loucos”.
Do-Do Land é um espectáculo aéreo que conjuga efeitos visuais, música e imagens. Baseado nos mundos de L. Carroll, utiliza Alice como um símbolo e um pretexto para criar um espectáculo que nos ajuda a falar do Mundo às Avessas, de outras maneiras de ver a realidade.


O Mundo das Maravilhas como um mundo de sonhos onde a abstracção e a magia nos provocam emoções que nos são difíceis encontrar no dia-a-dia. Uma sucessão de imagens inspiradas num Mundo onírico.


 E, por esta ocasião, o Mundo das Maravilhas está sobre as nossas cabeças...


Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 12:33


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas