Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Por Outras Palavras, de Manuel António Pina

por Carlos Pereira \foleirices, em 23.01.09
Uma personagem de Óscar Wilde
 

Uma personagem de Óscar Wilde

O ministro Santos Silva, encarregado, na economia governamental, do pelouro da refutação da Oposição, pratica habitualmente o honroso encargo com a indignação afectada de uma personagem de Óscar Wilde: "É inadmissível que andem para aí a dizer coisas do Governo que são absolutamente verdadeiras". Foi assim que, agora, no regresso ao Parlamento do Código do Trabalho, o ministro refutou indignadamente a acusação de que este fomenta a precariedade.

Garantiu Santos Silva ao país que "o Governo leva muito a sério o princípio constitucional da segurança no emprego" (a lição continua a ser a de Óscar Wilde: "Em questões muito sérias, o essencial é o estilo, não a sinceridade"). Por isso, o Governo - argumentou - terá incluído no Código "medidas de combate à precariedade". Dir-se-ia que, de facto, "só quem já está completamente perdido aceita argumentar". É que a conclusão de que o Código não leva a sério o princípio fundamental da segurança do emprego é uma constatação técnica, verificada pelo Tribunal Constitucional, não uma crítica política. E contra isso pouco podem indignação ou argumentos.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 13:10


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas