Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]




Leitura de Outros Blogues

por Carlos Pereira \foleirices, em 12.01.09

Despedidas.

 

 

Cruzamo-nos nos anos noventa por vicissitudes do destino, tal como nos descruzamos pelos mesmos motivos. Nele, a velha discussão entre a forma e o conteúdo perdia sentido porque uma correspondia à outra. Como jornalista, disse o que tinha dizer num texto derradeiro e lúcido: «o jornalismo contém em si uma epistemológica contradição. Como historiadores do instante, os jornalistas fabricam a memória, mas, incapazes de reter a História do Jornalismo (que não é a mesma coisa que a História da Imprensa), fabricam em simultâneo o seu próprio esquecimento. Na avidez na notícia, vampirizam o presente, e o presente paga-lhes na mesma moeda: jornalista que deixe de escrever deixa de existir, para em breve nunca sequer ter existido». Aos poucos, um a um, os bons vão-se embora. Assusta-me o futuro sem estes amigos que nos deixam por aqui.


Post retirado do blog "Hoje há conquilhas amanhã não sabemos"

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 18:36


Comentar:

CorretorEmoji

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas