Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2502 - Os Novos Deuses

por Carlos Pereira \foleirices, em 10.07.17

 

Na saliência mais luminosa do queixo

apoiado em mãos lavradas pela erosão dos ventos,

brincos de água de manhãs de orvalho

deslizam até ao peito.

 

E o peito abre-se.

E o peito aberto mostra o galope poderoso das ondas contra a parede da escarpa,

a espuma salgada de nuvens densas que

escondem o latejar do trovão e calam o

choro de deuses antigos, mitológicos, nocturnos, decadentes.

 

E o vento ardente, vindo do norte de outro continente

chicoteia a pele rasteira das ervas dos sagrados montes.

É um vento seco, irado, mas lamentoso

soprado pelos deuses de dedo em riste enquanto

entoam canções amargas sobre poderes antigos.

 

Escarnecem da nudez dos novos deuses algorítmicos

tão caprichosos e violentos como eles,

mas muito mais perigosos.

 

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:01


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas