Saltar para: Posts [1], Pesquisa e Arquivos [2]



#2536 - A TERRA E O HOMEM

por Carlos Pereira \foleirices, em 31.07.17

 

É necessário virar as palavras ao contrário para entender o gesto acerbo do homem que se apoia na terra em posição inversa. O corpo encostado no azul cobalto do ar é um pêndulo que oscila sempre no sentido contrário do vento para equilibrar o desequilíbrio. E a terra que se espanta com a persistência do corpo que faz um perfeito ângulo recto com a sua sombra; e  com os olhos agarrados a um ponto como se quisessem proteger um segredo  guardado na parte mais funda, aquosa e quente do seu ventre. E a boca que se abre para receber a respiração da terra e a terra que se abre para receber a respiração do  homem num diálogo vivo, harmonioso e mecânico entre as raízes da terra e as veias do homem.

E da esquina do seu rosto correm gotas de água doce e límpida que alimentam flores multicor, árvores, arbustos, ervas que crescem para cima e para baixo onde pássaros aéreos e subterrâneos as protegem de devoradores insectos humanos.

Esta cumplicidade depende de um cordão umbilical frágil que os liga para sempre  e a toda a restante irmandade.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 22:34


Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas