Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




A faca não corta o fogo - Herberto Helder

por Carlos Pereira \foleirices, em 12.11.08

alguém salgado porventura

te 

toca

entre as omoplatas,

alguém algures sopra quente nos ouvidos,

e te apressa, enquanto corres

algumas braças acima

do chão fluido, leva-te a luz e subleva,

tão aturdidos dedos e sopros,

até ao recôndito,

alguma vez tocaram nas têmporas e nos testículos, alto,

baixo,

com mais mão de sangue e abrasadura,

e te cruzaram nesse furor,

e criaram,  com bafo

ardido, ásperos sais nos dedos, e te levaram,

a luz corrente lavrando o mundo,

cerrado e duro e doloroso, acaso

sabias

a que domínios e plenitudes idiomáticas

de íngremes ritmos, que buraco negro,

na labareda radioactiva,

bic cristal preta onde atrás raia às vezes

um pouco de urânio escrito

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 00:07



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas