Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]




#2656 - Três Madrigais

por Carlos Pereira \foleirices, em 04.11.17

 Philippe Jaccottet (30 de Junho de 1925)

 

TRÊS MADRIGAIS

 

Todas as searas ardem

e a breve cotovia

é um ascendente fragmento desse fogo.

Transpõe todos os patamares do ar

até porque o chão é demasiado quente.

 

Há uma beleza que os olhos e as mãos tocam

e que obriga o coração a um primeiro grau no canto.

Mas uma outra foge-lhes e é preciso ir mais alto

até não vermos mais nada,

o belo alvo e o caçador pertinaz

confundidos na jubilação da luz.

 

Poema de Philippe Jaccottet

______________________________________________________________

Nasceu na Suíça em 1925. É tradutor e poeta.

A sua obra poética obteve o Grande Prémio de Poesia da Academia Francesa.

Autoria e outros dados (tags, etc)

publicado às 09:12



Mais sobre mim

foto do autor


Pesquisar

  Pesquisar no Blog




Links

Outras Foleirices

Comunicação Social

Lugares de culto e cultura

Dicionários

Mapas

Editoras

FUNDAÇÕES

Revistas